O calor dos últimos dias em Santa Catarina dará lugar a uma massa de ar frio, provocando queda acentuada nas temperaturas a partir deste domingo, 16, em todas as regiões do Estado. Ao longo do domingo, a previsão é de aumento da nebulosidade nas diferentes regiões de Santa Catarina e a temperatura entrará em declínio, sendo que a mínima do dia deve ocorrer no período noturno, podendo chegar próximo de 0 ºC na Serra e no Planalto Sul.

A previsão do órgão indica que a madrugada e a manhã de segunda-feira, 17, deve ser bastante fria. As mínimas devem ficar entre -2 ºC e 0 ºC do Oeste ao Planalto Sul e por volta dos 9 ºC na região litorânea do Estado. O vento sul moderado com rajadas de 50 a 70 km/h aumenta a sensação de frio.

Como essa massa de ar frio também traz umidade, há possibilidade de neve nas áreas mais altas do Estado durante a segunda-feira, principalmente na região de São Joaquim, Urupema, Urubici e Bom Jardim da Serra. “Ainda tem umidade e o frio está chegando. Essa combinação pode resultar em neve entre a manhã e a noite de segunda-feira”, informou o meteorologista da Epagri/Ciram Marcelo Martins.

A partir de terça e quarta-feira, o tempo fica mais seco no Estado, com menos nebulosidade e presença de sol na maior parte das regiões, mas o frio vai se intensificar ainda mais. Para terça, 18, a previsão é de temperaturas baixas, negativas com chance de geada ampla nas áreas altas do Oeste ao Planalto, e próxima de 0 °C com geada isolada no Alto e Médio Vale do Itajaí e região de serrana de Florianópolis. No Litoral, o frio também será intenso, com temperatura mínima de 3 °C a 6 °C, também com chance de geada isolada.

Para quarta-feira, 19, há previsão de geada ampla em Santa Catarina, inclusive nas cidades do Litoral. As temperaturas mínimas devem variar entre -5 ºC e -2 ºC na Serra, Planalto Sul, Meio-Oeste e Oeste. No Litoral, os termômetros começam o dia marcando em torno de 4 ºC.

“Esse frio mais intenso deve permanecer em Santa Catarina entre 10 e 15 dias, o que é normal para esta época do ano, principalmente em julho, que é o mês mais frio do inverno”, explicou Martins. Depois do dia 20, no entanto, a previsão é de que a temperatura volte a subir gradativamente com o deslocamento da massa de ar frio para o oceano.

Recomendações da Defesa Civil SC

Onda de frio

Atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças.

Abrigar animais domésticos nas noites mais frias.

Em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos, orienta a Secretaria de Estado da Saúde. Essas medidas ajudam a prevenir doenças.

Lembre-se que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

Geada

Agricultores deverão tomar medidas preventivas, como antecipar colheita de verduras folhosas e algumas leguminosas.

Coberturas sobre as lavouras também contribuem para reduzir o impacto da geada nas plantações.

Ventos fortes

Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Fique longe das janelas.

Emergências

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, por meio do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros pela central 193.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here