O mês de março, todos os anos, marca o reinício das atividades nas Escolinhas dos Projetos Sociais, Culturais e Esportivos de Siderópolis. O Ginásio de Esportes Antônio Espíndola Ramiro, o campo de grama sintética Otacílio Mendes, os campos de futebol na sede e nos núcleos de Rio Jordão, Alto Rio Maina e Vila São Jorge, e todos os equipamentos esportivos públicos da cidade, mais uma vez irão servir de palco para os treinamentos, contraturno escolar e espaço de brincadeiras e cidadania oferecidos gratuitamente pelo Governo Municipal em parceria com a Associação Sideropolitana dos Amigos do Esporte (Asame). “Iniciamos 2018 novamente engajados em ampliar ainda mais nossas escolinhas. Quanto mais colocarmos crianças nos projetos sociais, menos delas iremos ver nas ruas. As escolinhas têm importância fundamental no cotidiano de Siderópolis, elas garantem divertimento e cidadania”, destacou o prefeito Hélio Cesa, o Alemão.

 

Mesmo com o início dos Projetos Sociais, as matrículas continuam sendo feitas para as aulas de futsal, voleibol, futebol de campo, oficina de violão, jiu-jitsu, caratê, xadrez, coral infantil, fanfarra, voleibol adaptado e caminhada orientada para a terceira idade. Crianças, jovens, adultos e idosos que queiram participar devem se dirigir ao ginásio municipal Antônio Espíndola Ramiro, no centro da cidade ou em um dos três núcleos descentralizados nas comunidades de Rio Jordão Baixo, Vila São Jorge e Alto Rio Maina. O horário de atendimento é das 8h30 às 11h e das 14h às 17 horas.

 

“Nosso projeto é totalmente inclusivo e não distingue classe social por isso pretendemos ampliá-lo e chegar a todos os lares de Siderópolis”, comentou o vice-prefeito, Xande Feltrin. “Estamos trabalhando muito para que nossos projetos sejam cada vez melhores, sempre com apoio do Governo Municipal, Asame, colaboradores e patrocinadores”, afirmou o coordenador de Esportes de Siderópolis, Vinicius Zen Pereira.

Por Simone Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here