Com o uso da tecnologia, a segurança pública ganha um novo reforço no Sul do Estado. O governador Eduardo Pinho Moreirainaugurou nesta quinta-feira, dia 17, a Central de Videomonitoramento de Siderópolis. Foram inauguradas também nesta quinta centrais semelhantes em Nova Veneza e Morro da Fumaça, que somam investimentos de aproximadamente R$ 181 mil do Governo do Estado.

“Precisamos dar atenção a áreas mais sensíveis, como a segurança e a saúde. E este é mais um passo para o aprimoramento da segurança em Santa Catarina. Essas câmeras de segurança vão dar mais tranquilidade à população. A criminalidade está sendo enfrentada com tecnologia e a comunidade fica mais segura”, afirmou o governador.

As câmeras fazem parte do programa Bem-te-vi, que já contempla 136 municípios e 2.781 câmeras conectadas ao sistema. O Governo do Estado já investiu R$ 21 milhões para implantação e R$ 12 milhões por ano para manutenção. “O programa está em desenvolvimento e amadurecimento. Estamos na fase de instalação em mais 21 novos municípios e vamos agregar imagens privadas ao sistema. Posteriormente, vamos avaliar onde há necessidade de novas câmeras e fazer a ampliação do programa”, revelou o secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior.

Também participaram da solenidade o delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Flávio Ghizoni Júnior, o secretário executivo da ADR de Criciúma, João Rosa Filho Fabris, os deputados estaduais Ada Faraco de Luca e Luiz Fernando Cardoso.

Olhos do policial

Para o comandante da 6ª Região de Polícia Militar, coronel Cosme Manique Barreto, as dez câmeras de Siderópolis cumprem o papel dos olhos de um policial militar por 24 horas. “É um novo olhar que os policiais têm sob as cidades. A partir deste equipamento conseguimos resolver vários incidentes, ocorrências, reconhecimento de pessoas e acompanhar ações preventivas”, explicou.

De acordo com o prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, os equipamentos eram esperados há tempo e vão garantir mais segurança no município. “A população já percebeu a diferença da segurança no dia a dia. A ferramenta já está em funcionamento e colaborando bastante, inibindo pequenos furtos, por exemplo”, comentou.

“Nossa cidade é pequena, sempre foi pacata, agora está crescendo e com isso a criminalidade aumenta. Agora as câmeras vão poder monitorar nossas praças, escolas, crianças, é uma ferramenta muito importante que vai auxiliar na segurança”, afirmou a moradora Maria Helena Brognoli Dias.

Casos já resolvidos

De acordo com a Polícia Militar, as câmeras de videomonitoramento cumprem com agilidade o papel na solução de casos simples e até mais graves. “Já conseguimos solucionar casos de grande relevância como estupro de menores e outros como roubo”, lembrou o coronel Cosme Barreto.

Com o auxílio da tecnologia, as câmeras de segurança também podem ser acessadas por meio de celulares e tabletes, diretamente das mãos dos policiais. “A tecnologia está a nosso favor. O acesso às imagens é rápido e agora queremos cada vez mais ampliar este sistema, contribuindo para a melhora na segurança pública”, concluiu o comandante.

Colaboração: Paula Darós Darolt – Assessoria de Comunicação Secretaria de Estado da Comunicação – Secom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here